Reconhecimento Facial: tudo o que você precisa saber!

Saiba o que é, como funciona, quais são as principais vantagens e confira todas as dicas sobre o Reconhecimento Facial!
Tempo estimado de leitura: 9 minutos

Com o avanço da tecnologia, não é mais necessário dar cliques para tirar uma foto ou até mesmo de controle de videogame para jogar algum jogo, não é verdade? Pois é! Com a tecnologia do reconhecimento facial é possível enquadrar seu rosto no dispositivo móvel no lugar de digitar a senha. Felizmente, esses avanços tecnológicos já estão inseridos em nossa sociedade, sendo cada dia mais impressionantes. 

Nos dias atuais, o reconhecimento facial se tornou um grande aliado e diferencial para as empresas e, estudos já afirmam que esta ferramenta tecnológica só tende a crescer nos próximos anos. Além de ter facilidade e agilidade, o reconhecimento facial também é capaz de atender pessoas ao redor do mundo todo, sem que a mesma precise estar na superfície.

Quer saber mais sobre o reconhecimento facial? Acompanhe este artigo e veja todas as soluções do reconhecimento facial! 

Podemos começar?

Reconhecimento Facial: o que é e como funciona essa tecnologia?
Reconhecimento Facial

Onde tudo começou? 

Antes de tudo, que tal entendermos um pouco mais sobre a história do reconhecimento facial? Pois bem, apesar de ser relativamente novo, o primeiro sistema semi-automatizado para o reconhecimento facial foi desenvolvido por volta de 1960. No entanto, o seu desenvolvedor exigia que apenas o dispositivo realizasse as características nas fotografias, como por exemplo, olhos, orelhas, boca e nariz. Isso significa que foi pensado até mesmo antes de criar um aparelho que localizasse a distância. 

Entretanto, no período de 1970, três desenvolvedores chamados Goldstein, Harmon e Lesk utilizaram 21 marcadores bem específicos. No caso, era para que o reconhecimento facial também fosse para a cor do cabelo e a espessura dos lábios. Mas o grande problema, era que todas as atualizações precisavam ser feitas manualmente. 

Continuando a saga em 1988, Kirby e Sirovich outros desenvolvedores tentando descobrir formas de melhorar o reconhecimento facial, fizeram uma aplicação de análise de componentes e com a técnica deles foi possível encontrar uma solução para o problema. Com isso, o resultado mostrou aos dois, que o reconhecimento facial precisava de menos de uma centena de valores de codificação para captar uma imagem alinhada e centralizada. 

Ainda sim o problema persistiu, foi então que Turk e Pentland descobriram o que poderia estar causando tantos problemas. Neste cenário, eles notaram que o dispositivo que foi desenvolvido na década de 60 só captava imagens e mesmo assim tinham os seus defeitos. Logo, eles permitiram que o reconhecimento facial fosse atualizado e desenvolvido para que o dispositivo pudesse reconhecer uma face em tempo real. 

Apesar de algumas limitações no começo, serviram de base para o futuro da tecnologia e, atualmente, chama muito a atenção de muitas empresas, por sua facilidade, agilidade e segurança. 

Afinal, o que é o Reconhecimento Facial?

Inicialmente, vamos falar sobre o significado do reconhecimento facial. Pois então, esta tecnologia está ganhando muito destaque, principalmente tratando-se de smartphones. Isso porque, a maioria dos lançamentos já não possuem mais digitais, ou seja, é necessário colocar uma senha ou facilitar o processo autorizando o reconhecimento facial. 

No entanto, o reconhecimento facial também está ganhando espaço em outras empresas, por exemplo, as que são voltadas para controle de ponto online. Ok, mas o que é o Reconhecimento Facial?

Esta ferramenta tecnológica é um sistema que mapeia todas as características da face de um indivíduo, ou seja, o software armazena os dados coletados como se fosse uma impressão facial. Quando você cadastra pela primeira vez um reconhecimento facial, o dispositivo armazena a sua imagem e, com isso, nas próximas vezes o mesmo juntará as informações da imagem gravada com a em tempo real, resultando na confirmação da  identificação da pessoa. 

Para que você possa entender melhor, o sistema confere pelo menos 80 pontos do nosso rosto, que são conjuntos para traçar e mapear todo o nosso perfil, entre eles, os principais são:

  • largura do nariz;
  • distância entre os olhos;
  • profundidade dos olhos
  • formato das maçãs do rosto;
  • espessura da boca 

Por isso, é muito importante que no cadastro, todas as instruções sejam seguidas corretamente, pois com essas características é possível que um reconhecimento fácil confirme a sua identificação. 

Como funciona o Reconhecimento facial?

Como dissemos anteriormente, o rosto de uma pessoa é único, ou seja, conta com características exclusivas que só o indivíduo possui. No entanto, apesar de já termos dado uma breve solução e explicação de como funciona o sistema, aqui, nós iremos aprofundar o assunto. Confira!

1- Rastreamento Facial

Neste ponto, o software rastreia a imagem em tempo real capturada com a localização e posição de uma face. Para que você entenda melhor, pense que é como uma fotografia. Além disso, o sistema fará a identificação automática do seu rosto, comparando com a imagem que já está no banco de dados do dispositivo. Na foto, alguns filtros são aplicados para que as formas do seu rosto sejam identificadas, sendo elas:

  • olhos;
  • nariz;
  • boca;
  • cicatriz;
  • contorno da face;
  • entre outros. 

2- Extração de características

De fato, todas as pessoas possuem características únicas, ou seja, distintas uma das outras, que contribuem para o reconhecimento facial, para que o mesmo trace o perfil corretamente e identifique o usuário. 

Então, neste cenário, o sistema coleta essas particularidades para que se forme uma assinatura facial. Em seguida, a obtenção de processo, tornará a etapa concluída. Portanto, nesta etapa, basicamente o sistema irá calcular pontos específicos no rosto e buscar certos detalhes que diferenciam uma pessoa da outra. 

3- Comparação com base de dados

Primeiramente, um dos maiores objetivos do reconhecimento facial, é trazer mais segurança para quem faz o uso deste software. Com isso, quando o registro facial é feito, uma análise também será feita. Isso significa que o reconhecimento facial, como dissemos, permite que a imagem atual seja comparada com a que está armazenada no banco de dados. 

Sendo assim, ao analisar e identificar que o ser humano é realmente a pessoa que está no banco de dados, só confirmará a veracidade da empresa e isso gera mais confiança. 

Em resumo, o processo funciona da seguinte forma:

  • um dispositivo que tenha uma câmera, captura o rosto de uma pessoa;
  • o cadastro é enviado para um software;
  • o sistema fará uma análise detalhada do rosto, conforme as particularidades do indivíduo;
  • as informações coletadas serão codificadas em uma sequência numérica de forma digital;
  • esse código será anexado ao cadastro do usuário;
  • o banco de dados do dispositivo arquiva as informações coletadas;
  • a identidade facial é formada no sistema. 

O Reconhecimento Facial se adequa à LGPD?

Há algum tempo, em 2018, sancionou-se a Lei Geral de Proteção de Dados no Brasil, também conhecida como LGPD. Felizmente, essa lei foi criada com o objetivo de não permitir o vazamento de dados e informações de usuários. 

Com isso,  a LGPD diz que qualquer empresa que coleta e possui dados pessoais de clientes e até dos próprios funcionários, poderão sofrer penalidades caso as orientações não sejam respeitadas. 

É claro, embora não tenha como reconstruir a face de uma pessoa com os dados do reconhecimento facial, o mesmo também está na legislação como um dado sensível. Isso porque, com o reconhecimento facial é possível liberar o acesso às informações fornecidas pelos próprios usuários. 

Portanto, é de extrema importância que ao modernizar a sua empresa com reconhecimento facial, não se esqueça de respeitar as regras, para a segurança e privacidade dos usuários. 

A tecnologia reconhece que os rostos mudam?

Será que a tecnologia consegue reconhecer quando uma pessoa envelhece? A resposta é Sim! Felizmente, o avanço tecnológico já nos trouxe esta possibilidade. No entanto, assim como qualquer ferramenta, o reconhecimento facial possuia suas falhas e limitações, apesar da grande evolução. 

Uma delas, infelizmente, era exatamente esta, pois o software não conseguia detectar quando uma pessoa crescia e mudava as suas características. Além disso, até mesmo configurações menores, como por exemplo, a mudança da iluminação, se a pessoa estava com algum boné ou chapéu, entre outros.

Mas é claro que, atualmente, a tecnologia já consegue fazer o reconhecimento facial em três dimensões. Com isso, os algoritmos também passam a ser mais completos, já que antigamente eram apenas duas dimensões. No caso, eles precisam obter uma profundidade maior no suporte e, em compensação, aumenta a taxa de verificação. 

Outro fator importante, é que o acesso ao banco de dados estão cada vez mais fáceis para as máquinas, com isso, é possível diferenciar umas pessoas das outras com mais facilidade. 

Além disso, nos dias atuais, a tecnologia permite que a captação seja realizada pelo tamanho da cabeça, ou seja, o rosto pode ser identificado em qualquer ângulo. Ademais, hoje em dia, a mudança de iluminação do ambiente, do próprio ambiente ou movimentos do indivíduos não afetam o reconhecimento facial.

Reconhecimento Facial na Pandemia

Em 2020, como todos já sabem, foi decretada a pandemia, que gerou o isolamento social causado pelo vírus Covid-19. Mas será que com o uso de máscaras é possível identificar o usuário?

Um estudo feito por uma universidade nos Estados Unidos Ongoing Face Recognition Vendor Test (FRVT) Part 6A: Face recognition accuracy with masks using pre-COVID-19 algorithms, descobriu que o reconhecimento facial pode sim falhar. 

No entanto, para a sua tranquilidade, o reconhecimento facial pode ser treinado para que ele capture a imagem do indivíduo até mesmo com a máscara. Outra solução é que, com o reconhecimento facial junto a um controle de ponto online, é possível que os colaboradores de uma empresa adotem o Home Office. 

Com isso, estando em casa, é possível tirar por alguns segundos a máscara para fazer o processo do registro de ponto, não é verdade? Acreditamos que sim! Então, contrate um sistema de controle de ponto online para ajudar a sua empresa e seus colaboradores nesta fase de crise. 

Reconhecimento Facial e Controle de Ponto

Você sabia que em um sistema de controle de ponto online é possível ter um Reconhecimento Facial? Pois é! Essa, inclusive, é uma das funcionalidades da QRPoint e você pode conhecê-la melhor em nosso site: Veja como funciona a tecnologia de Reconhecimento Facial da QRPOINT

Para antecipar, podemos dizer que o reconhecimento facial é a melhor solução para trazer mais segurança ao registro de ponto, pois ele evita falhas manuais e de marcações erradas. 

Além disso, a biometria facial também também protege todos os colaboradores de uma organização, realizando um controle eficaz da entrada e saída dos mesmos. Hoje em dia, é possível criar um protocolo de segurança. Em nosso caso, decidimos fazer com que o sistema nos avise por qualquer fraude. 

Com isso, ao acessar o nosso controle de ponto online e registrar o ponto, caso o colaborador esteja fraudando o sistema, o aplicativo mandará um alerta para o gestor. Neste caso, o mesmo fará a análise da possível fraude e decidirá ou não se aprovará o registro

Portanto, ter um reconhecimento facial no controle de ponto online é essencial para qualquer organização. 

6 benefícios do Reconhecimento Facial

Veja agora quais são os principais benefícios do Reconhecimento Facial:

1- Otimização dos Processos

Qual é o empreendedor e empresário que não quer otimizar seus processos, sem afetar a qualidade dos seus produtos e serviços? Nenhum, né? Por isso, ao adotar um sistema de reconhecimento facial, além de aprimorar e modernizar a sua empresa, é possível deixar tudo com muito mais qualidade. Além disso, é uma praticidade aos colaboradores. 

2- Reduz falhas, roubo de identidade e tentativas fraudulentas

De fato, as fraudes são um problema para qualquer lugar mas, principalmente, quando se trata de dados. Anteriormente, falamos que apenas pelo reconhecimento facial, não era possível reconstruir um rosto com os dados dele, porém, ele é a chave para outros dados. 

No entanto, como também já dissemos, um sistema que possibilita alertar sobre possíveis fraudes torna-se essencial para qualquer organização. Além de tudo, evita falhas de marcação de pontos manuais. 

3- Automatiza todos os processos

Ao automatizar os processos da sua empresa, é possível obter ganho de produtividade, afinal, a tecnologia está chegando para facilitar todos os processos, reduzindo até mesmo as demandas. 

Por isso, o reconhecimento facial junto a um controle de ponto é essencial, já que a pessoa não precisará sair de seu local para ir ao encontro de um relógio de ponto, afinal, hoje em dia, tudo pode ser feito através de um dispositivo. 

4- Reduz os custos da sua empresa

Já pensou em a sua empresa reduzir custos sem afetar a qualidade dos seus produtos e serviços? É exatamente isso que acontece quando uma organização adota um sistema de reconhecimento facial. 

Além disso, o reconhecimento facial fará com que os colaboradores tenham uma visão mais estratégica do negócio. 

5- Flexibilidade 

É fato que as empresas possuem medo de contratar uma tecnologia que teoricamente elas não confiam, não é verdade? Mas isso não deveria ser uma preocupação quando o assunto é Reconhecimento Facial. Afinal, além de ser um produto fácil de ser usado, ele tem muita flexibilidade. 

Isso porque, o reconhecimento facial pode ser usado por qualquer dispositivo. 

6- Melhor experiência para o usuário

De fato, todos os usuários e colaboradores saem ganhando pontos com o reconhecimento facial. Afinal, não é necessário sair do seu ambiente, se deslocar a um relógio de ponto ou fazer um preenchimento manual, é apenas ficar no seu local e fazer tudo utilizando um dispositivo móvel. 

Além disso, também mostra o quanto a empresa se preocupa com a transformação digital, se inovando conforme as evoluções. 

Dica extra para o uso do Reconhecimento Facial

Ao registrar o reconhecimento facial, podem acontecer alguns empecilhos, mesmo que as movimentações, hoje em dia, não façam tanta diferença, é comum que as vezes o sistema não reconheça o indivíduo, por isso, deixaremos uma dica especial para você:

  • Foto do Rosto: é importante que o enquadramento seja perfeito, evitando que apareçam objetos ao redor.

  • Expressão Facial: evite fazer expressões que atrapalhem o reconhecimento facial e também evite usar objetos que escondem os detalhes do rosto.

  • Iluminação: é importante que a primeira foto tenha uma boa iluminação, essa mesma que ficará no banco de dados. Isso garante que as características do rosto estejam em evidência. 

  • Distância: a distância ideal garante o bom reconhecimento facial, por isso, a melhor forma para isso acontecer é uma distância de até um metro, de preferência, no limite, para garantir a qualidade da foto.

  • Foto Frontal: a melhor forma de o sistema reconhecer, é que o seu rosto esteja posicionado de frente para a câmera. Isso garante que os algoritmos sejam feitos de forma rápida e eficiente. 

  • Plano de Fundo: quando o plano de fundo é neutro, permite que o reconhecimento seja mais eficiente, pois o foco será a sua face. 

Curtiu essas dicas? Agora que você já sabe o que é, como funciona, para que serve, vantagens, dicas e entende tudo sobre o Reconhecimento Facial, temos um convite para te fazer:

Conte com a QRPoint!

Para dar início, nós fornecemos o registro rápido dos seus colaboradores no software de controle de ponto, reduzindo a dificuldade na hora de adotar o novo sistema.

Uma vez que tudo já estiver nos conformes, você vai poder aproveitar do app do gestor, um dos nossos maiores benefícios.

É através do aplicativo do gestor que você terá acesso a dashboards de indicadores, mostrando todos os colaboradores que estão dentro da organização trabalhando, além daqueles que estão de férias e muito mais!

Portanto, para garantir a estadia do colaborador dentro do local de trabalho, nós usamos os recursos de geolocalização para criar uma cerca digital que garante exatamente onde o ponto online ou o ponto off-line está sendo registrado.

E pensando na segurança tanto do colaborador quanto do gestor, o controle de ponto é registrado através do reconhecimento facial biométrico do profissional. Nós também mantemos o banco de horas de todos os colaboradores, permitindo mudanças nele se necessário.

Entre em contato para tirar qualquer dúvida sobre o nosso sistema de controle de ponto com nossa equipe. Ficou interessado e quer os benefícios do QRPoint na sua empresa? Faça hoje mesmo um teste do controle de ponto gratuito e prove a facilidade de ter o cálculo de horas, adicionais e faltas feito automaticamente.

Não vai perder a oportunidade de automatizar a sua empresa com o melhor software de controle de ponto online, né? Saiba mais sobre o nosso controle de ponto em nosso site!

Você pode acompanhar mais conteúdos em nossas redes sociais: LinkedIn, Instagram e Facebook

Tecnologia que poupa tempo e dinheiro para a sua empresa.

O que tá esperando? Comece a usar agora mesmo!