O que é Gestão de Pessoas? Tire todas as suas dúvidas!

Quer construir uma administração sólida dos talentos da sua empresa? Nesse Manual Completo de gestão de pessoas você encontra tudo sobre o tema!
Tempo estimado de leitura: 16 minutos

Saber o que é gestão de pessoas na prática é fundamental para você que procura o desenvolvimento do eu negócio ou da empresa em que trabalha.

Afinal, esse é um dos pilares que mais contribui com a obtenção de resultados positivos e de alta performance, pois interfere diretamente tanto na cultura organizacional e na eficiência das atividades desenvolvidas por toda a equipe.

Até porque, como gestor, você sabe bem o quanto um time bem estruturado e com colaboradores satisfeitos impacta no clima organizacional.

Por isso, compreender o que é gestão de pessoas é se aprofundar naquilo que é o mais importante para qualquer negócio: AS PESSOAS.

De fato, uma empresa é composta por pessoas, e o trabalho em equipe é crucial para o desenvolvimento de uma organização sólida. 

É isso que revelou um dos muitos estudos na área feito pela Associação Brasileira de Recursos Humanos Seccional Bahia (ABRH) e pelo Sebrae. A pesquisa feita com 1.927 organizações aponta que empresas que adotam políticas de gestão de pessoas são mais bem-sucedidas.  

Por isso, criamos esse Manual Completo com TUDO que você precisa saber sobre o que é gestão de pessoas. Nele, você vai encontrar: 

  1. O que é Gestão de Pessoas?;
  2. O que é Gestão de Pessoas nas empresas;
  3. Qual a diferença entre Gestão de Pessoas e Departamento Pessoal?;
  4. Quais os 5 pilares da Gestão de Pessoas?;
  5. Quais as vantagens da Gestão de Pessoas nas empresas?;
  6. O que é Gestão de Pessoas estratégica?;
  7. Quais são tipos de Gestão de Pessoas?;
  8. Como mensurar a eficiência da Gestão de Pessoas?;
  9. O que é KPI em Gestão de Pessoas?;
  10. Quem é o gestor de pessoas: profissões e área de atuação;
  11.  O que faz o gestor de pessoas;
  12.  Como fazer Gestão de Pessoas na prática?

 Confira!

O que é Gestão de Pessoas?

A gestão de pessoas é um grupo de estratégias, práticas e metodologias aplicadas com intenção de valorizar o capital humano de uma empresa. Para tanto, ela se utiliza de conjunto de ações, técnicas, conceitos e propostas, ampliam as soft e as hard skills dos colaboradores, tendo em vista seus perfis comportamentais.

Por isso, compreender o que é gestão de pessoas é entender que o desenvolvimento dos colaboradores potencializa resultados, mas também contribui com o fortalecimento da cultura e valores organizacionais. 

Desse modo, todas as ações de comunicação interna devem estar alinhadas com um planejamento estratégico que seja capaz de engajar os indíviduos e engrandecer o relacionamento de colaboração mútua entre colaboradores e empresa.  

Se tivermos colaboradores mais engajados e motivados, consequentemente, temos colaboradores mais produtivos e que vestem a camisa. E tal fator está muito interligado ao endomarketing.

Por conta disso, ter em mente o que é gestão de pessoas é importante para compreender que essa área administrativa se preocupa em atender todas as necessidades e insumos das pessoas, dando a elas as funções e cargos condizentes com suas capacidades e habilidades.

Como resultado, os valores da organização são cristalizados em seus operadores, que passam a se comprometer com eles, levando a um melhor atendimento aos clientes, que consequentemente ficam mais satisfeitos.

Isso gera um crescimento orgânico saudável e sustentável dentro da empresa, afinal o sucesso do seu negócio depende da capacidade daqueles que estão trabalhando diariamente nele!

Assim, para entender melhor essa estratégia organizacional, entenda:

O que é gestão de pessoas nas empresas?

A gestão de pessoas nas empresas é uma área administrativa que se preocupa em ajudar a organização a alcançar suas metas, ao desenvolver e implementar ações de gestão de Recursos Humanos juntamente à estratégia de negócios.

Por conta disso ela atua como um processo essencial, acompanhando a trajetória desde o recrutamento e seleção dos profissionais, continuando mantendo proximidade ao elaborar planos de desenvolvimento profissional.

Assim, a gestão de pessoas empresarial será responsável por participar do planejamento de ações como workshops, cursos e treinamentos, buscando recursos que melhoram de forma efetiva a aptidão dos colaboradores.

Com isso mente, veja a seguir:

Qual a diferença entre Gestão de Pessoas e Departamento de Pessoal?

A diferença entre o que é gestão de pessoas e departamento pessoal é que a gestão tem foco na cultura organizacional, avaliando o desempenho dos colaboradores; já o departamento de pessoal lida com questões mais jurídicas.

Por conta dessa característica, o DP foca em questões legais, como lidar com a folha de pagamento, solicitações internas, auditorias trabalhistas e relações sindicais.

Além disso, o departamento pessoal também cumpre com outra importante função, o controle de ponto. Essa gestão deve ser feita de forma eficaz, para tanto um software eficiente e versátil que possua diferentes funcionalidades se faz completamente necessário para facilitar e coordenar os processos.

Sendo assim, agora que você compreende o que é gestão de pessoas exercida pelo entre departamento pessoal e recursos humanos, compreenda:  

O que é o departamento de Recursos Humanos?

O departamento de Recursos Humanos é composto por uma equipe que tem a principal missão de ser a conexão entre a empresa e os colaboradores, trabalhando com uma visão macro e executando funções estratégicas buscando ações para melhorar o desempenho.

Sendo assim, o departamento de RH se responsabiliza por atividades como recrutamento, desenvolvimento de estratégias para reter talentos e reduzir turnover, planejamento de carreira e designação de cargos e funções.

Por outro lado, ao averiguarmos o que é gestão de pessoas, vemos uma área focada na motivação do colaborador, trabalhando numa esfera mais micro.

Para a gestão de pessoas, o que importa é o desenvolvimento e motivação das equipes, o que torna ela uma aliada perfeita para os Recursos Humanos!

Isso ocorre porque ambas buscam valorizar o capital humano, se tornando setores complementares. 

Quais os 5 pilares da gestão de pessoas?

Os 5 pilares da gestão de pessoas são: motivação, comunicação, cooperação, competência e capacitação. Entenda cada uma delas a seguir:

1.  Motivação

O ato de motivar seus colaboradores é a alma do que é gestão de pessoas e trará como resultado um comprometimento por parte dos mesmos com o propósito da corporação. 

Portanto, é essencial entender o que cada profissional tem como meta em suas vidas, podendo estruturar fornecer um plano de carreira a eles.

2.  Comunicação

A comunicação interna é vital para o que é gestão de pessoas, e deve ser feita de forma objetiva e compreensível. 

É necessário que haja diálogo entre gestores e colaboradores, tendo em vista a psicologia organizacional, independente de sua posição hierárquica, gerando um clima de confiança e honestidade. Feedback constante é o diferencial para o sucesso.

3.  Trabalho em equipe

O trabalho em equipe dentro do que é gestão de pessoas deve ser motivado a todo custo. Uma empresa é como um organismo vivo e deve ter suas partes funcionando em conjunto para se manter saudável.

A diminuição de conflitos decorrente de uma boa comunicação aumenta a produtividade por gerar esforço coletivo.

4.  Conhecimento e competência

Esse pilar sustenta um ambiente colaborativo onde o conhecimento é constantemente desenvolvido, possibilitando a montagem da melhor equipe possível e gerando um crescimento orgânico dentro dela.

Na proposta do que é gestão de pessoas, a gestão de competências permite a identificação e controle dos pontos fortes e fracos de cada colaborador.

5.  Treinamento e desenvolvimento

Por fim, para que o capital humano possa estar em constante evolução dentro do ambiente não basta que os melhores estejam trabalhando juntos, com as funções corretas, se comunicando bem e motivados.

O que gera desenvolvimento geral, alinhado com o que é gestão de pessoas, é o planejamento de evolução dos indivíduos. 

Dessa maneira, os colaboradores estarão sempre atualizados e entregando os melhores resultados, sem contar que isso gera uma retenção de talentos dentro da empresa.

Com isso em mente, compreenda:

Quais as vantagens da Gestão de Pessoas?

As vantagens da gestão de pessoas são: melhoria do desempenho dos profissionais, aprimoramento dos processos de RH, segurança quanto ao cumprimento de metas, elevação do nível de participação e engajamento dos colaboradores, favorecimento da integridade dos dados e identificação e gerenciamento de talentos dentro da corporação. Entenda.

1.Melhoria do desempenho dos profissionais

O sistema pode ser capaz de mostrar baixos rendimentos e quais colaboradores precisam de um acompanhamento mais próximo.

2.Aprimoramento dos processos do RH

isso ocorre devido à centralização de informações e facilidade de compartilhamento delas.

3. Segurança quanto ao cumprimento de metas

Os sistemas podem auxiliar a identificar e reajustar de maneira eficiente e veloz alguma meta que possa não ter sido alcançada no processo de gestão de tarefas.

1.Elevação do nível de participação dos colaboradores

com o uso de um sistema os colaboradores podem ter acesso a seus próprios dados, tais quais metas, avaliações, entre outros.

2.Favorecimento da integridade dos dados

A quantidade de erros cometidos cai drasticamente com a automatização dos processos e os dados são ministrados pela nuvem do serviço contratado.

3. Identificação e gerenciamento de talentos dentro da corporação

Com todos os dados documentados, fica mais fácil de identificar os pontos positivos e características exclusivas de cada colaborador.

Por fim, com os indicadores em mãos, juntamente à visão estratégica no que é gestão de pessoas e acompanhado de bons softwares, é possível fazer uma gestão de pessoal da forma mais eficiente e efetiva! 

Veja abaixo como aproveitar isso, tendo em vista os diferentes tipos de gestão de pessoas:

Quais são os principais tipos de Gestão de Pessoas nas empresas ?

Os principais tipos de gestão de pessoas nas empresas são:

  1. Gestão de pessoas com liderança;
  2. GP com empowerement;
  3. GP por competência;

Para que você seja um gestor com ações mais eficazes, é preciso diversificar os tipos de gerenciamento existentes em toda gama sobre o que é gestão de pessoas

Esses diferentes tipos podem ser utilizados em momentos distintos, a depender da necessidade daquela situação pontual. Versatilidade aqui é palavra de lei!

Sendo assim, você gestor pode se utilizar de cada uma delas para criar estratégias, baseadas nas diferentes características das suas equipes. Tendo em vista que o tratamento dos líderes com a equipe é essencial para atender bem o cliente.

O tamanho do time, por exemplo, pode ser um bom fator a se considerar. A cultura da empresa também, assim como qual tipo de projeto está sendo executado.

Entenda:

O que é gestão de pessoas com liderança?

A liderança é uma parte fundamental do que é gestão de pessoas, pois a existência do líder contribui para o trabalho humanizado. Afinal, líderes cuidam de pessoas. 

Isso ocorre devido ao esforço que deve ser depreendido pelas lideranças em manter o bom clima organizacional, juntamente a uma postura de guia. Todo líder será exemplo, independente de sua vontade

Dessa forma, o mais importante aqui é que os líderes saibam o que podem e devem cobrar, não tendo dúvidas em seus passos, demonstrando firmeza no que falam e fazem.

Portanto, a presença de líderes é crucial. Afinal, uma resposta que pode ser dada à pergunta “O que é gestão de pessoas” é: uma prática de líderes!

Caberá então a estes gestores dar feedbacks para toda atividade dos colaboradores, além de motivá-los e cativar novas lideranças dentro das equipes. 

Em adição, é a visão dos líderes que levará a empresa a novos patamares, exigindo uma visão estratégica na gestão de pessoas, devido a isso acompanhe a seguir:

O que é Gestão de Pessoas com empowerment?

Gestão de pessoas com empowerment é uma estratégia que consiste em descentralizar as decisões e colocar em vigor uma gestão mais participativa. 

Como consequência, o empowerment gera independência nos colaboradores e os prepara para que ocupem cargos de liderança, mesmo que apenas dentro de suas equipes.

Os resultados disso são: colaboradores que desenvolvem sua autoestima, acreditam que a organização os valoriza e recebem maior controle de sua vida profissional. 

Isso gera uma entrega de resultados melhores, por conta do estado de motivação que é mantido pelo profissional. 

Sendo assim, para aumentar o panorama sobre o que é gestão de pessoas feita de forma estratégica, confira agora a definição de uma das mais famosas:

O que é gestão de pessoas por competência?

A gestão de pessoas por competência é um sistema feito para administrar os diversos tipos de conhecimento, habilidade e atitude apresentados pelos profissionais, visando alcançar o objetivo maior da empresa.

Para isso, o gestor se encarrega da seleção de talentos competentes, da criação de práticas para desenvolver competências organizacionais essenciais, de avaliar as competências e também da criação de sistemas de gratificação para colaboradores que gerarem destaque no método de gestão de competências.

Com o entendimento dessas funções, a primeira pergunta a surgir é sobre a definição das próprias competências.  

Quais os tipos de competência?

  • Competências ou Skills organizacionais: são as competências da organização, sendo necessárias a todos para que possam trabalhar na empresa
  • Habilidades funcionais: são os CHA que cada cargo ou função específica da empresa requer
  • Competências individuais: São os CHA que cada colaborador possui.

Tendo em vista os tipos de competência, é preciso saber que esse sistema é responsável por cumprir com alguns pontos para seu funcionamento, veja quais são:

Passo a passo de como fazer a gestão de pessoas por competências:

  1. Identifique as competências essenciais para a evolução da empresa;
  2. Reconheça as competências que já existem na instituição;
  3. Elabore estratégias para alcançar e suprir as competências que faltam;
  4. Contrate novos talentos ou otimize os já existentes;
  5. Monitore o progresso da estratégia adotada;

Agora que você já tem uma estratégia na manga, para avançarmos é preciso relacionar o que é gestão de pessoas com números. Portanto, leia a seguir:

Como mensurar a eficiência da Gestão de Pessoas?

Para mensurar a gestão de pessoas na sua empresa utilize métricas e indicadores de desenvolvimento. Assim, quando você, caro gestor, se perguntar onde deve estar sua atenção, a resposta deverá vir como um bumerangue: Pessoas-números-pessoas.

Digo isso porque o fator principal de sucesso da sua empresa sempre vai ser as pessoas, então sua atenção deve ser redobrada a elas. Elas irão gerar seus resultados.

Contudo, para gerir pessoas de forma efetiva é preciso estar de olho nos indicadores chave de desempenho (KPIs), que serão abordados aqui a seguir.

Os indicadores irão mensurar de forma concreta como anda o desempenho dos colaboradores, possibilitando a criação de estratégias para melhorar sua produção.

É aí que o bumerangue volta. Após mensurar a produtividade com os KPIs, você poderá voltar sua atenção novamente às pessoas, mas neste caso com ações que aumentem o rendimento!

Dessa forma, quando pensamos o que é gestão de pessoas e tomamos ela como um meio de aumentar a produtividade, precisamos ter como medir esse aumento. 

Então confira abaixo:

O que é KPI em Gestão de Pessoas?

KPIs em gestão de pessoas são indicadores chave de desempenho que servem para medir de forma concreta como anda a gestão. Uma das bases do que é gestão de pessoas está na capacidade de mensurar os resultados.

Tais indicadores são úteis para guiar as decisões futuras dos gestores, em busca de alcançar melhores resultados. Veja agora os principais KPIs em gestão de pessoal:

1. Dados Sociais

Por via do indicador de dados sociais o gestor fica ciente do perfil dos colaboradores. Através dele é possível medir a diferença entre tais dados em relação aos processos empresariais.

2. Satisfação e Engajamento

É justamente no engajamento que o que é gestão de pessoas se define. Este indicador funciona através de consulta com os colaboradores, podendo ser feito por via de pesquisas. Elas podem ser anônimas ou feitas com identificação, qualitativas ou quantitativas, variando da intenção do gestor.

3. Absenteísmo

O absenteísmo se calcula pela relação entre o total de horas trabalhadas e a quantidade de ausências. Consequentemente, tal indicador pode dizer respeito ao ambiente de trabalho, sendo capaz de apontar problemas com o clima interno, entre colaboradores e até mesmo o desperdício de horas.

4. Turnover

 A taxa de turnover aborda a entrada e saída de profissionais da empresa, através de um período de tempo. Sendo assim, ela pode indicar a atratividade da empresa, também mostrando o desempenho dos processos de recrutamento e seleção.

5. Taxa de desligamento

Esse indicador mede o número de demissões de colaboradores por período, tornando possível um agrupamento e avaliação de motivos.

6. Produtividade

O indicador de produtividade mede quanto a corporação é capaz de reter de receita por colaborador, dentro de um período de tempo, com intenção de produzir o máximo possível com o menor gasto. 

7. Benefícios

Este indicador funciona mostrando a quantidade de investimento feito pela empresa em benefícios para os gestores. Portanto, ele é chave para auxiliar no entendimento da retenção de talentos da corporação.

8. Retorno sobre o investimento (ROI) em treinamentos

O indicador de ROI em treinamento e capacitação abrange o investimento que a organização faz no desenvolvimento dos colaboradores, podendo mostrar efeitos tanto em ganhos quanto na redução de problemas, perdas e falhas.

Como deu pra ver, os KPIs são parte importantíssima do que é gestão de pessoas, porém eles precisam ser investigados por olhos especializados, portanto, saiba agora:

Quem é o gestor de pessoas?

O gestor de pessoas é o profissional cujo cargo pode ser de Analista de RH, Coordenador de RH ou Gerente de RH, onde cada um tem suas funções e obrigações específicas.

Isso ocorre porque o processo demanda profissionais em níveis segmentados, assim, quanto maior a gama de perfis que o RH consegue cumprir com, melhor. Tal segmentação é feita para que se possa tirar o máximo de cada colaborador.

Sendo assim, tendo em vista o que é gestão de pessoas o profissional dedicado a atuar nessa área precisa apresentar algumas características como: liderança,  capacidade de identificar e direcionar bem os talentos da empresa, e reconhecer a necessidade de treinamentos.

Dessa forma, o gestor de pessoas cumpre com o papel de alinhar os colaboradores no empenho de realizar as metas e objetivos da instituição.

Veja a seguir o resumo que fizemos da função e também das atividades propostas a serem executadas por cada um dos cargos citados:

Quem é o analista de RH?

Dentro do que é gestão de pessoas, o analista de RH é o profissional que lida com as questões diárias que dizem respeito aos interesses tanto da empresa quanto do colaborador, servindo como mediador.

Desta forma, com a função de mediador, ele também deve instruir os colaboradores em suas dúvidas comuns acerca de obrigações e direitos, e também caso ocorra alguma alteração no esquema de funções.

Por conta disso, a vaga de analista é melhor preenchida por formados em Gestão de Recursos Humanos, Psicologia ou Gestão de Empresas. A escolha de qual dessas formações deve ser priorizada varia de acordo com os objetivos da organização.

Assim sendo, tal gestor deve cumprir com algumas obrigações para estar executando o que é gestão de pessoas, levando em conta sempre que a habilidade mais importante para o cargo é a capacidade de lidar com pessoas. Entenda a seguir algumas delas:

Quais as funções do analista de RH?

  • Ele responsável por elaborar e aplicar pesquisa sobre o clima organizacional;
  • Também por calcular e fechar a folha de pagamento;
  • Consequentemente, por analisar os cargos e seus respectivos salários;
  • Responsável também por identificar a necessidade de treinamento;
  • Juntamente, por elaborar e aplicar os treinamentos necessários;
  • Na mesma linha de gestão, faz a seleção e recrutamento;
  • O analista também é encarregado por construir gráficos e relatórios;
  • E, através deles, realizar um diagnóstico comportamental;
  • Finalmente, ele propõe melhorias visando engrandecer o colaborador e por consequência a empresa.

Tendo a visão desses papéis, veja a seguir as definições e funções do coordenador de RH:

Quem é o Coordenador de RH?

O coordenador de RH é o responsável direto pelas funções do departamento. Desta forma, se constitui em um profissional estratégico que age juntamente às equipes que realizam funções analíticas e operacionais.

Por conta disso, o coordenador é incumbido da função de estar atento à legislação trabalhista. É ele quem irá supervisionar a empresa para que ela cumpra com as determinações dadas pelo Ministério do trabalho e com os regulamentos da CLT.

Em virtude disso, a formação dos profissionais dessa área varia entre aqueles que têm maior domínio do entendimento da legislação, como por exemplo os formados em Administração ou Gestão de RH.

Dito isso, temos consciência de que o importante ao coordenador é que tenha pleno entendimento legislativo e de questões burocráticas, veja adiante as responsabilidades atribuídas aos coordenadores de RH:

Quais as funções do Coordenador de RH?

  • Ele é encarregado de analisar e conferir a folha de pagamento;
  • Por anexo, de implantar cargos e salários;
  • Assim, também trabalha propondo os benefícios a serem direcionados aos colaboradores;
  • Bem como é responsável pela representação da empresa junto a sindicatos e órgãos semelhantes;
  • Para terminar, é quem coordena as tarefas e atividades do DP.

Por fim, veja logo abaixo quais os papéis cumpridos pelo gerente de RH:

Quem é o Gerente de RH?

O Gerente de RH é o profissional que opera juntamente com a alta gestão da empresa e também com todos os gestores de área. 

Seu papel com foco no que é gestão de pessoas é considerar as melhores estratégias para o crescimento da corporação através do mapeamento de todos os processos e competências.

Sendo assim, o gerente se responsabiliza por toda área de gestão de pessoas e RH, visando manter um trabalho humanizado com foco em aumentar a produtividade através da melhoria do desempenho dos colaboradores.

Essa melhoria é alcançada através do desenvolvimento, podendo assim o gerente ter formação em Administração, Psicologia ou Engenharia de Segurança no Trabalho, por exemplo.

Uma vez que o mais importante é que ele domine e tenha experiência em desenvolvimento pessoal e saiba executar bem a gestão de liderança em processos, levando em consideração os KPIs necessários.

Conforme foi visto, são várias as formações possíveis para um gestor de pessoas, porém existem também alguns processos de pós graduação que podem ser o diferencial para alavancar sua empresa. Confira abaixo um deles:

 O que faz o gestor de Pessoas?

Tendo em vista que todos esses pontos devem ser alcançados da maneira mais consistente possível, vejamos em seguimento cada área detalhada do que é gestão de pessoas:

1. Recrutamento e Seleção

Essa área é onde ocorre o primeiro contato entre colaborador e empresa. Aqui, os gestores são encarregados de avaliar e selecionar os melhores currículos.

 Consequentemente, essa seção se faz muito importante já que a maior parte do sucesso de uma organização vem da capacidade de entrega dos colaboradores.

2. Gestão de Cargos e Salários

Sendo o salário um dos maiores motivadores para muitos, essa área vai definir bastante a satisfação dos colaboradores. Aqui, a pesquisa de mercado e comparação de salários se fazem necessários para que haja uma boa retenção de talentos. Portanto, essa área estabelece quais os critérios para a promoção de um colaborador.

3. Benefícios

Entretanto, não é apenas o salário que motiva alguns profissionais. Alinhados ao que é gestão de pessoas, os gestores que trabalharem na área de benefícios serão responsáveis por procurar os melhores benefícios, levando em conta o perfil empresarial e dos colaboradores.

4. Treinamento e Desenvolvimento

Esse é um ponto muito importante, já que se trata de um dos componentes principais do que é gestão de pessoas. É através do T&D que você vai gerar direcionamento, alinhamento e valor para aqueles bons profissionais que foram contratados através do processo de recrutamento e seleção. 

Portanto, a principal vantagem dessa área é a capacidade de alinhar precisamente os colaboradores com a cultura organizacional.

5. Avaliação de Desempenho

É nela que se usam os KPIs que irão mensurar de forma precisa o quanto a gestão está trazendo de resultados positivos para a empresa e também para o colaborador. Por conta disso, através da execução dessa área serão identificados os profissionais com maior destaque e aqueles que precisam de atenção e direcionamento.

6. Consultoria de Recursos Humanos

Esse setor funciona engajando e envolvendo todos os colaboradores da empresa, direcionando-os unicamente para o cumprimento das metas já estabelecidas anteriormente pela organização.

Assim, analisando todos esses pontos, é possível ver que tudo gira em torno de um planejamento estratégico. Tal planejamento precisa de visão e ação simultâneos, portanto, veja a seguir:

 Como se tornar gestor de pessoas?  

Se você deseja se tornar um profissional que atua nessa área, provavelmente você já deve ter pesquisado o que MBA de gestão de pessoas. 

De fato, essa é um bom caminho pesquisar  de chegar lá. O MBA é uma pós graduação do tipo Lato-Sensu que serve como especialização com conhecimentos profundos voltados para o que é gestão de pessoas e muito mais. 

A sigla vem do inglês Master In Business e o MEC determina que o curso deve ter duração mínima de 360 horas.

Para tanto, o curso aborda as áreas de Finanças, Operações, Gestão, Marketing, Negócios, Estratégia e Liderança, entre outras. Os assuntos são bastante abrangentes, porém focados na área de Business. A meta dessa formação é capacitar o formado como um bom solucionador de problemas.

5 dicas de como fazer Gestão de Pessoas?

Para fazer gestão de pessoas, primeiramente você deve criar um setor dentro da sua organização dedicado a isso. Consequentemente, você deve estar disposto a receber instruções dos profissionais de RH contratados.

Em seguida, siga as 5 dicas abaixo:

1.Alinhe todos os seus gestores e colaboradores à cultura organizacional da empresa

Neste momento, todos devem ser instruídos a seguir numa mesma direção. Aqui a comunicação se faz presente pois através dela você e sua equipe de gestores farão com que cada colaborador entenda o objetivo maior da empresa e sua parcela de contribuição para que ele seja alcançado.

2.Invista na atração e mantimento de talentos dentro da empresa

Organize então, com sua equipe de gestores, processos de recrutamento e seleção estrategicamente pensados para atrair para dentro da corporação os talentos necessários. Caso eles já estejam presentes, desenvolva-os!

Procure realizar constantes treinamentos e capacitações dos colaboradores já contratados, isso irá aumentar o valor deles dentro da empresa e também contribuirá para um clima organizacional favorável.

Além disso, mantenha a comunicação rodando nesse processo. Ter feedbacks constantes como forma de avaliação e de alinhamento vai ser uma grande ferramenta de desenvolvimento dentro do que é gestão de pessoas.

3.Tome atitudes em prol do bem estar dos colaboradores

Aqui, a implantação de um plano de cargos e salários flexível é extremamente eficaz. Cada pessoa tem necessidades e ambições únicas não apenas no âmbito profissional como no pessoal. 

Tenha muita atenção ao pessoal, ele faz toda diferença. Crie junto aos gestores planejamentos de carreira para todos.

A fim de manter os colaboradores motivados, invista no bem-estar financeiro deles. Ofereça que o pagamento salarial seja feito sob demanda, dando mais flexibilidade ao profissional.

Em virtude disso, sua organização estará alcançando um bom clima organizacional, que é fundamental para mitigar conflitos e disparidades, promovendo um ambiente de trabalho mais leve e amigável.

4.Invista em softwares de gestão de pessoas

O uso de softwares irá facilitar e trazer segurança e praticidade para o dia a dia dos gestores.

Tarefas burocráticas como a gestão de férias, controle de ponto e realização de folhas de pagamento são feitos de forma a economizar tempo com o uso da tecnologia.

Desta forma, aqui se encerra o nosso guia com tudo sobre o que é gestão de pessoas, contendo todo conteúdo necessário para planejar e executar uma gestão de pessoas eficaz para sua empresa. 

5.Conte com a gente! 

Agora que você tem todos os conhecimentos base do que é gestão de pessoas, seus pilares, suas práticas e suas métricas, conte conosco para aprimorar seu leque de softwares!

Nós operamos sob o lema de: MAIS PESSOAS, menos processos! E o QRPoint está aqui para simplificar todos os processos relacionados a controle de ponto, da forma mais versátil possível.

Cremos que a tecnologia está aqui para simplificar os processos mais complicados e te deixar com tempo para focar no que realmente importa: AS PESSOAS

Veja mais sobre como simplificar o dia a dia no blog da QRPoint

Tecnologia que poupa tempo e dinheiro para a sua empresa.

O que tá esperando? Comece a usar agora mesmo!