Gestão de pessoas: Entenda o conceito!

Tem curiosidade em saber mais sobre Gestão de Pessoas e os seus pilares essenciais? Leia o artigo e descubra como manter a sua equipe motivada!
Tempo estimado de leitura: 10 minutos

Você quer saber por qual área a Gestão de Pessoas é responsável? Tá curioso para entender qual a diferença entre ela e o RH? E o porquê de ser uma função tão importante dentro de uma organização

Mais do que organizar o happy hour mensal e preparar aqueles snaks deliciosos para a equipe, a Gestão de Pessoas tem um importante papel na construção da rotina de trabalho em qualquer empresa. 

Garantir a motivação dos profissionais e cuidar do capital humano, são alguns dos objetivos dessa área que fazem total diferença nos resultados obtidos pela organização em questão, por exemplo. 

Quer saber mais? Aproveita que já tá aqui, rola pra baixo e desvende você mesmo todos os segredos de uma boa Gestão de Pessoas

O que é Gestão de pessoas?

Primeiramente, Gestão de Pessoas é classificada como a área capaz de trabalhar bem em equipe. O que isso quer dizer? Pois bem, antes desse profissional trabalhar, de fato, com uma equipe, ele precisa entender e executar da melhor maneira possível o seu papel.

Dessa forma, ele é capaz de extrair ao máximo, tanto o seu próprio potencial em se comunicar quanto mostrar para o seu time a importância de se fazer entender pelo outro. 

Ou seja, o profissional de Gestão de Pessoas precisa garantir que suas habilidades em gerenciar funcionem bem. Além disso, é importante dizer que é necessário desenvolver as boas relações, evitando que os problemas por falta de comunicação aconteçam. 

Sendo assim, essa é a área responsável por cuidar do bem mais precioso de uma organização: O capital humano! Para que isso aconteça da forma mais assertiva, existem algumas técnicas de gestão de pessoas capazes de conciliar os objetivos de cada colaborador com a cultura da empresa. 

Quer saber como isso pode ser feito? Continue acompanhando… 

Qual a diferença entre Gestão de Pessoas e Recursos Humanos? 

Antes de entender sobre as técnicas e conceitos da Gestão de Pessoas, é importante lembrar que não vale confundi-la com o departamento de Recursos Humanos. Isso porque os processos de ambas têm objetivos distintos. Mas o que isso significa? 

Então, enquanto o RH foca no planejamento, na organização e no controle dos processos voltados para a contratação de profissionais e plano de carreira, por exemplo, a Gestão de Pessoas está concentrada no desenvolvimento e no engajamento de seus colaboradores

Dessa forma, a diferença entre ambas não as impedem de trabalhar em conjunto.Tanto RH quanto Gestão de Pessoas podem trabalhar juntos em um processo de recrutamento, por exemplo. É importante que os dois focos sejam analisados neste momento.  

Como nasceu esse conceito? 

As primeiras áreas de departamentos pessoais surgiram antes do século XX e de lá pra cá muitas características mudaram. As estruturas organizacionais e as demandas mais estratégicas relacionadas aos colaboradores, evoluíram. Com isso, surgiu a Gestão de Pessoas, com mecanismos muito mais atualizados, capazes de garantir os resultados da empresa e também a satisfação dos colaboradores

Mas porque reforçar tantas vezes que essa modalidade veio para cuidar das pessoas? Exatamente porque não era bem assim que funcionava antes. Enquanto as organizações estavam preocupadas em mensurar os custos e burocracias, não se falava muito na produtividade dos colaboradores, e os mesmos eram vistos apenas como produtores de capital. 

Após a criação da CLT, começaram a surgir as primeiras áreas de recursos humanos dentro das empresas, isso porque os empregadores temiam sobre as responsabilidades relacionadas às leis trabalhistas. Dessa forma, nessa época o RH servia apenas para acompanhar os trabalhadores e garantir que a empresa respeitasse todas essas novas regras. 

Ao longo do tempo, essa modalidade evoluiu e depois da década de 70 ouviu-se muito falar sobre um foco mais humanizado nas pessoas, deixando a fase das burocracias para trás. 

E mesmo que ainda houvesse muitos debates sobre essa temática para acontecer de lá para cá, com o tempo foram surgindo os primeiros planejamentos estratégicos de Gestão de Pessoas. 

Deu pra entender um pouquinho de como surgiu essa modalidade, né? Agora, vamos te contar quais são as funções de um Gestor de Pessoas. Confira abaixo: 

Qual é a função da Gestão de pessoas?

A principal função dessa modalidade é garantir uma gestão eficiente de seus colaboradores para alcançar os objetivos e metas propostas pela empresa. Logo, o gestor de pessoas precisa se comportar de forma assertiva no que diz respeito a comunicação entre ele e os demais profissionais.

Dessa forma, a Gestão de Pessoas tem algumas características que buscam ampliar as soft skills de cada colaborador, desenvolvendo esses perfis tanto de forma técnica quanto comportamental. E é a partir dessas ações que a empresa potencializa o trabalho e desenvolvimento dos profissionais, mantendo-os motivados e engajados. 

Além disso, Gestão de Pessoas tem como função também, garantir que cada colaborador possa realizar o seu trabalho em funções e cargos que vão de encontro com suas capacidades e habilidades. Dessa forma, os profissionais entendem que estão sendo valorizados pelo que realmente sabem, aumentando o nível de comprometimento dos mesmos. 

Tem como manter equipes desmotivadas em ambientes de trabalho construídos a partir das atividades que o  Gestor de Pessoas propõe? Bom, pelo que deu para ver até aqui, é bem provável que não! 

Gestão de Pessoas é importante em uma organização?

Pelo que caminhamos até agora, você já sabe que a resposta é: SIM! 

É claro que a Gestão de Pessoas é fundamental dentro de uma organização. O motivo, além de tudo que conversamos até aqui, também é a consolidação da empresa no mercado. 

Dessa forma, quando a produtividade e engajamento dos colaboradores vai de encontro com os valores comportamentais da instituição em questão, a consequência certamente é o sucesso! 

Dito isto, vale lembrar que ao não manter seus funcionários motivados, a empresa pode correr o risco de perder grandes talentos e ter alta rotatividade. Além disso, o ambiente se torna mais propício a gerar um clima organizacional ruim, afetando a performance da equipe como um todo e prejudicando a imagem da empresa.

Nesse sentido, os benefícios financeiros não são mais tão determinantes para um trabalhador optar ou não por permanecer em uma determinada organização. Hoje em dia, ele também busca avaliar as oportunidades de crescimento e desenvolvimento, além de observar como está a valorização de suas entregas dentro da empresa em questão. 

Caso ele não se sinta à vontade para continuar contribuindo como colaborador, esse é sim um fator determinante para o seu desligamento. Por isso, existem as estratégias de Gestão de Pessoas e é através delas que o gestor identifica qual o grau de motivação dos seus funcionários e como extrair dali os melhores resultados. 

Agora você já sabe a importância de manter a Gestão de Pessoas em sua empresa, né? Vem conferir quais são os principais pilares para que isso ocorra da forma mais assertiva possível. 

gestão de pessoas
Gestão de Pessoas

Quais são os principais pilares? 

A Gestão de Pessoas tem o foco em diversas ações, que juntas, podem melhorar o ambiente de trabalho e aumentar a produtividade e o bem-estar dos colaboradores

Confira abaixo 5 focos imprescindíveis para a realização do trabalho do gestor de pessoas em sua empresa: 

Manter a equipe motivada

O primeiro passo para consagrar a produtividade saudável da sua equipe é a Motivação. Através dela é possível atingir a melhor performance do seu colaborador, por isso, quando não existe esse fator estimulante, é preciso analisar e entender onde o empregador está errando e reverter a situação

Dessa forma, ainda é possível reverter a situação e estudar, junto ao colaborador, a melhor forma dele construir uma carreira de sucesso dentro da empresa. 

Nesse sentido os estímulos podem partir de muitos pontos e isso só será possível definir quando a empresa estiver disposta a ouvir o seu funcionário. Os incentivos podem ser melhoria de salário, planejamento de um plano de carreira, ou até mesmo, um projeto que o desafie a conseguir realizar. 

Assim sendo, a empresa precisa estar disposta e encarar o desafio junto com seu colaborador, pois nesse contexto todos têm a ganhar se colaborarem com o desempenho uns dos outros. 

Prezar pela boa comunicação no ambiente de trabalho

É preciso que a gestão de pessoas tenha uma boa comunicação com os demais funcionários. Dessa forma, a comunicação horizontal faz toda a diferença para que o colaborador entenda a posição da organização.

Manter a transparência e não focar nas hierarquias organizacionais é indispensável para que essa comunicação aconteça da melhor forma possível. 

A comunicação objetiva e assertiva estimula os colaboradores a acreditarem que todos estão ali pelo mesmo propósito, o que no final das contas, realmente é. A comunicação entre empresa e funcionário é fundamental para o alcance do sucesso de ambas as partes, se alguém parar de remar, as duas podem afundar. 

Dito isto, a forma mais adequada de melhorar o diálogo entre as equipes e suas hierarquias, é praticar o feedback. Esse tipo de comunicação mostra a horizontalidade necessária para o sucesso tanto da empresa quanto do funcionário. Trabalhar com o retorno sobre o desempenho, torna o vínculo entre ambas as partes mais confiável. 

Incentivar o trabalho em equipe

Saber trabalhar em equipe é uma virtude e a gestão de pessoas é a responsável por criar espaços dentro da empresa que são propícios ao incentivo dos colaboradores

Mesmo que todos os profissionais dentro de uma empresa possuam objetivos e metas em comum, é importante que a Gestão de Pessoas perceba os estímulos pessoais de cada um ali dentro. Só assim é possível que a organização faça os ajustes necessários para que todos trabalhem bem naquilo que desejam. 

Desse modo, entre as práticas de gestão de pessoas, encorajar o espírito colaborativo pode ajudar a minimizar os conflitos e engajar os profissionais para que todos se desenvolvam dentro de um único propósito.

Por fim, as ações mais assertivas neste caso são os momentos de integração, como por exemplo, as organizações de happy hours e outros tipos de comemorações, as dinâmicas em grupos e todas as outras oportunidades de descontração. Essas práticas contribuem para a geração de uma ambiente profissional mais empático.

Cuidar dos conhecimentos e competências dos profissionais 

O primeiro ponto que merece destaque neste pilar é: O seu funcionário não está pronto! É importante que a organização cuide do desenvolvimento técnico do colaborador. Promover rodas de conversa, cursos de capacitação entre outras ações, podem colaborar para o amadurecimento das competências de cada profissional. 

Dito isto, a empresa que garante a valorização dos colaboradores, garante também que os mesmos se mantenham motivados dentro da organização. E é por isso que o papel da gestão de pessoas é importante, pois através dessa função, a empresa entende quais são as necessidades de cada um dos seus colaboradores.

Mas como posso atribuir os conhecimentos e competências dos meus colaboradores

Pois bem, a Gestão de Pessoas da sua empresa pode conseguir esses dados através de uma avaliação de desempenho periódica, por exemplo.

Nela é possível definir quais são as principais competências de cada área da organização e, após isso, aplicar aos colaboradores. Dessa forma, é possível enxergar o que de fato, ainda precisa ser desenvolvido. 

Garantir treinamentos para o desenvolvimento da equipe

Por último e tão importante quanto aos pilares acima, após a organização entender quais as competências que ainda precisam alcançar seu máximo potencial. É a equipe de Gestão de Pessoas quem irá coordenar ações de capacitação e desenvolvimento para os profissionais da instituição. 

Dessa forma, ambas as partes saem ganhando… você sabe porque? 

Por que é através dessas ações que o funcionário tem a oportunidade de buscar por um conhecimento mais aprofundado sobre sua área de atuação e em contrapartida, a empresa ganha a oportunidade daquele profissional aplicar tudo o que aprendeu de novo dentro do ambiente de trabalho. 

Agora que você já aprendeu um pouco mais sobre os pilares essenciais para uma boa Gestão de Pessoas, o que acha de começar a colocar em prática com a sua equipe? 

Essa é uma ótima oportunidade para você conversar com os seus colaboradores, e colocar em ação os projetos que eles precisam para estarem motivados dentro da organização

Como praticar Gestão de Pessoas dentro de uma organização? 

Se chegou até aqui é porque, certamente, está muito ansioso para começar a praticar essa modalidade dentro do seu negócio, acertei? 

Ao longo do texto, apresentamos alguns pilares essenciais, baseados em práticas básicas, para o fortalecimento e desenvolvimento das pessoas dentro de uma organização. Agora, você só precisa se planejar! Entenda como logo abaixo: 

Em primeiro lugar é importante que Gestão de Pessoas comece a desenvolver na equipe ações que propiciem o bem-estar e a produtividade como um todo. Esse é o principal cuidado que a empresa precisa ter desde a implementação até a manutenção desse projeto.

Bom, sabemos que Gestão de Pessoas e Recursos Humanos são áreas com focos diferentes mas que se correlacionam, certo? O que você talvez ainda não saiba é que a Gestão de Pessoas pode ter a participação ativa da liderança da instituição. Legal, né?

Dessa forma Gestor e Líder podem trabalhar juntos nas ações que cuidam mais das pessoas e menos dos processos! 

Dessa forma, os líderes são os principais responsáveis pela gestão da sua equipe, e o Gestor de Pessoas é quem irá verificar se as atividades planejadas estão sendo cumpridas. 

Se você gostou desse conteúdo, leia o artigo: Futuro do RH: Quais suas tendências e o que esperar dele?

Como o QRPoint pode contribuir para a sua empresa?

Agora você já sabe todos os segredos sobre Gestão de Pessoas, os seus pilares e como executar essa modalidade em sua organização. Por isso, a QRPoint chegou para garantir que ai na sua empresa todas as normas da legislação trabalhista serão seguidas, e para isso acontecer é necessário um sistema de controle de ponto com muita qualidade!

Dessa forma, garantimos que a equipe de RH da sua empresa trabalhará primordialmente na gestão de pessoas, pois cuidar do bem estar dos seus colaboradores faz toda diferença no desenvolvimento e produtividade da rotina de trabalho.

Isso só é possível porque a QRPoint cuida de todos os processos para você, oferecendo diversas vantagens aos seus colaboradores, como a possibilidade do controle de ponto online. Além disso, garantimos que tudo aconteça dentro do que a lei estabelece.  

No entanto, somos um software de controle de ponto online que além de permitir o registro de ponto em qualquer localização, também colaboramos para que a sua empresa cumpra todas as responsabilidades trabalhistas.

É possível que em nosso sistema de controle de ponto sejam lançadas as informações sobre faltas, saldos negativos de horas trabalhadas, e até mesmo as horas extras de seus funcionários.

Ademais, você pode evitar que possíveis falhas humanas aconteçam no RH da sua empresa contratando os serviços de controle de ponto da QRPoint. Além de permitir que a gestão de pessoas do seu empreendimento cuide mais dos seus colaboradores.

Sendo assim, contrate a QRPoint como o sistema de controle de ponto online da sua empresa, e garanta a automatização dos processos com a melhor tecnologia de registro de ponto a cada atualização!

Como a QR Point funciona?

Para dar início, nós fornecemos o registro rápido dos seus colaboradores no software de controle de ponto, reduzindo a dificuldade na hora de adotar o novo sistema.

Uma vez que tudo já estiver nos conformes, você vai poder aproveitar do app do gestor, um dos nossos maiores benefícios.

É através do aplicativo do gestor que você terá acesso a dashboards de indicadores, mostrando todos os colaboradores que estão dentro da organização trabalhando, além daqueles que estão de férias e muito mais!

Portanto, para garantir a estadia do colaborador dentro do local de trabalho, nós usamos os recursos de geolocalização para criar uma cerca digital que garante exatamente onde o ponto online ou o ponto offline está sendo registrado.

E pensando na segurança tanto do colaborador quanto do gestor, o controle de ponto é registrado através do reconhecimento biométrico do profissional. Nós também mantemos o banco de horas de todos os colaboradores, permitindo mudanças nele se necessário.

Entre em contato para tirar qualquer dúvida sobre o nosso sistema de controle de ponto com nossa equipe. Ficou interessado e quer os benefícios do QRPoint na sua empresa? Faça hoje mesmo um teste do controle de ponto gratuito e prove a facilidade de ter o cálculo de horas, adicionais e faltas feito automaticamente.

Não vai perder a oportunidade de automatizar a sua empresa com o melhor software de controle de ponto online, né? Saiba mais sobre o nosso controle de ponto em nosso site!

Você pode acompanhar mais conteúdos em nossas redes sociais: LinkedIn, Instagram e Facebook.

Tecnologia que poupa tempo e dinheiro para a sua empresa.

O que tá esperando? Comece a usar agora mesmo!